Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 54 anos de tradição.
 
Firmado acordo entre Prefeitura e Governo Federal para futuro da área do Campo de Marte
 
Foto: AGZN
Parte da área do Campo de Marte passa para o município e
deverá ser transformada em parque e um museu


A transferência de parte da área do Campo de Marte à Prefeitura de São Paulo agora é oficial. Em cerimônia realizada na última segunda-feira (7/8), o presidente Michel Temer e o prefeito de São Paulo, João Doria, assinaram o acordo que transfere para a administração municipal uma área de 400 mil m² do Campo de Marte. Essa é uma questão discutida há décadas no âmbito judicial. No local, a Prefeitura promete instalar um grande parque público e um museu aeroespacial. “Estamos completando sete meses à frente da prefeitura da maior cidade brasileira e hoje assinamos um documento que soluciona uma questão de 60 anos”, disse o prefeito João Doria.

O novo parque será o 5º maior dentro da cidade, ocupará 20% da área do Campo de Marte e possui vegetação remanescente de Mata Atlântica, cortada pelo Córrego Tenente Rocha. Sua estrutura deverá ter uma sede administrativa com banheiro, mas toda edificação, incluindo o museu, não deve afetar a área verde.


Além do parque, o município implantará o museu aeroespacial e realizará estudos para
Foto: Heloisa Ballarini/Secom
Reunião entre o prefeito João Doria e o Presidente Michel Temer
sobre o futuro de área do Campo de Marte



garantir que a segurança do público não seja comprometida pela proximidade do aeroporto. Dois grupos de trabalho foram criados para definir os próximos passos. Um deles coordenado pela secretária municipal de Urbanismo e Licenciamento, Heloisa Proença, ficará responsável por tratar de todo o projeto do parque. O outro grupo será coordenado pelo secretário municipal de Serviços e Obras, Marcos Penido, com a participação de João Francisco Amaro, e fará a análise e implantação do museu aeroespacial. O museu aeroespacial deverá abrigar o acervo do espaço mantido pela companhia aérea LATAM, na cidade de São Carlos.

De acordo com o Ministério da Defesa, as construções que existem atualmente como o Hospital da Aeronáutica, Par­que de Material Aeronáutico e Aeroporto permanecerão em funcionamento normal, inclusive os empreendimentos privados instalados na área administrada pela Infraero. Esse acordo é visto como o primeiro grande avanço para acabar com disputa judicial entre União e município que se arrasta desde 1932.


O acordo firmado na úlima segunda-feira entre as Forças Armadas e a Prefeitura de São Paulo pode ser o primeiro avanço para colocar fim a uma disputa judicial que remonta à Revolução Constitucionalista de 1932. Na época, São Paulo iniciou um movimento armado para derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas, convocando também uma Assembleia Nacional Constituinte. Com a derrota dos paulistas, a área do Campo de Marte (2 milhões de m2) foi incorporada pela União para a Aeronáutica.


Com o fim do governo Vargas em 1945, a Prefeitura iniciou a disputa para reaver o lote. Em 2003, o Tribunal Regional Federal deu ganho de causa à União e, em 2008, o Superior Tribunal de Justiça decidiu por devolver ao município. Em 2011, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu razão à Prefeitura, e a União recorreu. O processo tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), mas agora há a possibilidade real do acordo entre Município e União nesse impasse. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Um bom jornal é você quem faz!

500 mil leitores

As melhores ofertas
estão nesta edição
classimoveis

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919



É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2017 ©.