Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 54 anos de tradição.
 
Revelando São Paulo reúne traços da cultura paulista no Parque do Trote
 
Foto: AGZN
Toninho Macedo, curador do Revelando São Paulo, prepara pratos
típicos
do interior paulista durante almoço de abertura da festa

O Festival Revelando São Paulo acontece até este domingo (3) no Parque Vila Guilherme -Trote na Zona Norte. Realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, o festival já tem 20 anos de história e tem como idealizador e curador Toninho Macedo. Sua proposta é reunir os mais significativos traços da cultura do Estado de São Paulo desde as comidas típicas, o artesanato produzido com matéria prima local e as manifestações culturais que incluem encontro de violeiros, congadas e grupos de Folia de Reis, Dança de São Gonçalo e Dança de Santa Cruz.

Aberto ao público desde a última quarta-feira (29), o festival continua nesta sexta, sábado e domingo e conta com a participação de 170 representantes de municípios paulistas. Ao longo de seus 20 anos de história, o festival aconteceu pela primeira vez no Parque do Trote em 2010 e por quatro anos consecutivos, inserindo a Vila Guilherme no calendário cultural da cidade de São Paulo.


Após dois anos fora da cidade, a volta para o Parque do Trote é uma conquista dos realizadores do evento e da comunidade local que reivindicou seu retorno para a Zona Norte. “Costumo dizer que o Parque do Trote é a casa do Revelando São Paulo”, afirmou Toninho Macedo, em almoço promovido na última terça-feira para a imprensa, representantes da Secretaria do Estado da Cultura, Prefeitura Regional Vila Maria/Vila Guilherme e membros da comunidade local para mostrar um pouco do que o festival traz para a região. Entre as autoridades presentes: o secretário de Cultura do Estado, José Luiz Penna, o secretário adjunto Romildo Campello, o prefeito regional de Vila Maria/Vila Guilherme Dário Barreto.


O Revelando São Paulo continua nesta sexta, sábado e domingo, aberto ao público das 9 às 21 horas. O Parque Vila Guilherme Trote fica na Avenida Nadir Dias de Figueiredo, s/nº. A entrada é franca e os produtos a preços populares.


De volta à Capital, o festival Revelando São Paulo começou na última quarta-feira na Zona Norte, no Parque do Trote e se estende até este domingo (3). Ao longo de seus cinco dias de evento, o Revelando reúne representantes de 170 municípios que apresentam sua culinária, artesanato e manifestações culturais. A chamada “mesa paulista”, como afirma o curador do festival Toninho Macedo, é formada por diversas opções de pratos típicos do interior e do litoral como a paçoca de carne, o bolo de roda e o bolinho caipira. O artesanato é outro ponto forte da festa, com diferenciadas peças feitas com matéria prima local e técnicas tradicionais.


Foto: AGZN
Grupos de violeiros de Joanópolis alegraram a abertura do evento,
que reunirá uma série de manifestações culturais


O visitante pode conferir a tradição da cerâmica na produção de panelas, vasos, pratos, copos e objetos de decoração, além dos detalhes dos trançados de bolsas, cestarias, instrumentos musicais, bordados, tricô, colchas entre muitos outros itens feitos de maneira artesanal

Neste ano, o tema é Festa do Divino, uma forte tradição no interior do Estado com mais de sete séculos de existência. Os grupos folclóricos, encontros de violeiros, congadas e grupos de Folia de Reis e Dança de Santa Cruz estarão presentes.


Além da sua programação diversificada a realização desta edição do Revelando São Paulo tem forte significado de estar retornando para o Parque do Trote, onde a festa foi realizada de 2010 a 2014 e foi muito bem aceita, tanto pelo público local, quanto pelos organizadores e expositores do evento.


“Quando nós chegamos aqui tomamos um susto, porque acreditávamos que entre a Zona Norte e a cidade havia um rio separando. E tem mesmo. Mas naquele momento todo mundo se juntou para fazer pontes. E foram anos de muita alegria aqui. E eu cheguei a declarar que o espaço do Revelando São Paulo era a Zona Norte. E continuo dizendo isso: o melhor espaço para o Revelando é aqui na Zona Norte”, afirmou Toninho Macedo, destacando o envolvimento que a população local tem com a festa. “Uma coisa muito interessante é que a comunidade dessa região se envolve. Muita gente tem vindo ajudar. Isso é maravilhoso e é o que a gente quer. Porque o Revelando não é um evento, é uma festa que não é só de São Paulo, deverá ser uma festa para o globo, o planeta. Não tem exagero nisso. Nós acreditamos que o que fazemos aqui tem que atingir todo o planeta que está demandando isso. Vamos conseguir, tijolinho por tijolinho. A América Latina, por exemplo já atingimos. Há vários países que sabem que o Revelando acontece e muitos ficam pasmos de ver como que isso acontece no Brasil e em São Paulo. Que isso se multiplique”, afirmou. Além da alcançar sempre maior abrangência, Macedo reafirmou que a intenção é firmar a realização do Revelando São Paulo no Parque do Trote. “A nossa expectativa é não sair daqui. Neste momento, a Secretaria de Estado da Cultura tem sinalizado muito nesse acolhimento ao Revelando São Paulo, respeitando nossa decisão de estar aqui”, afirmou Macedo.


Foto: AGZN
Produtores de todo o Estado participam deste festival trazendo
sabores típicos e divulgando seus produtos e tradições



Essa mesma intenção foi citada pelo prefeito regional de Vila Maria/Vila Guilherme, Dá­rio Barreto. “É uma satisfação muito grande fazer parte desse projeto de novo. O que depender da Prefeitura Regional Vila Maria/Vila Guilherme, estamos juntos para mantê-lo todos os anos aqui, fomentando a cultura do Estado de São Paulo em nossa região”, afirmou Barreto.

Além da volta do festival para a Capital e especificamente para o Parque do Trote, o secretário de Estado da Cultura, Penna, falou da importância em resgatar nossas raízes culturais no atual momento político do País. “A gente está retornando com o Revelando São Paulo porque achamos que principalmente, nesse momento político do País, a gente reavivar nossas raízes, referências para facilitar a recomposição do pacto social no Brasil que é nossa maior dificuldade. A memória paulista tem que ser reavivada, assim como nos outros Estados. Eu sei da liderança de São Paulo em relação ao Brasil, que os outros Estados refaçam isso no sentido de buscar nossas referências de brasilidade”, afirmou o secretário.


A volta do festival para o Parque do Trote também foi comentada por quem trabalha no evento. Tendo participado do Re­ve­lando desde seu início, o expositor José Joaquim e sua esposa Maria Neide produzem cachaça e derivados de cana na cidade de Paraibuna e, segundo eles, a realização da festa da Zona Norte é bastante positiva. “Tive uma surpresa muito grande na primeira vez que o evento foi rea­lizado aqui porque achei que não daria certo. Por surpresa minha, o primeiro domingo foi bem melhor do que os anteriores. As pessoas daqui dão valor, são pessoas com raí­zes do interior. Aqui é muito maior o movimento. Fora isso, para nós que expomos temos mais condições para estacionamento. Para nós é excelente”, afirmou o expositor.


O Revelando São Paulo acontece de quarta a domingo das 9 às 21 horas. O Parque doTrote fica na Avenida Nadir Dias de Figueiredo, s/nº. Entrada é gratuita e os produtos terão preços populares. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Um bom jornal é você quem faz!

500 mil leitores

As melhores ofertas
estão nesta edição
classimoveis

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919



É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2017 ©.