Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 55 anos de tradição.
 
“Diga não à Desnutrição” campanha da Braspen aderida
pelo Instituto Brasileiro de Controle do Câncer
 
Foto: Divulgação

O Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), está realizando ações e divulgando vídeos para a campanha: ‘Diga não a desnutrição’, que é iniciativa da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (BRASPEN) que propõe ao público conhecimento sobre os problemas causados pela desnutrição hospitalar.

A questão da desnutrição é uma necessidade, principalmente em um hospital oncológico como o IBCC, uma vez que a desnutrição afeta tanto o estado geral dos doentes, quanto a resposta ao tratamento proposto. 

O objetivo da campanha é reduzir as taxas de desnutrição por meio de ações que incluem triagem, diagnóstico, manejo e tratamento. Thais Cardenas, coordenadora de nutrição do IBCC, disse que existem muitos dados que comprovam que a desnutrição é uma enfermidade bastante importante, até mesmo nos hospitais. “Levantamentos da equipe de nutrição revelam que 45% dos pacientes já chegam ao hospital em risco nutricional e 47% deste total já têm algum grau de desnutrição logo no momento na internação. Por isso, é tão importante o diagnóstico e intervenção nutricional precoce”, explica.

Alterações fisiológicas importantes são observadas como: aumento de tendência à infecção; redução da cicatrização de feridas; fraqueza muscular e outros; e mesmo com todo o desenvolvimento técnico-científico e com investimentos em estudos e diagnósticos, a desnutrição continua sendo uma das doenças mais frequentes nos hospitais. “Uma simples pergunta ao paciente sobre o peso dele antes da doença ou quanto ele perdeu de peso de forma não intencional já alerta bastante qualquer profissional de saúde de que esse paciente precisa de atenção”, assegura Thais.

De acordo com a diretora administrativa do IBCC, Joyce Romanelli, “é evidente que é melhor agir para prevenir e evitar a desnutrição do que reagir ao seu desenvolvimento. Portanto, as estratégias definidas no IBCC para tomada de decisões consideram fatos relacionados aos melhores desfechos clínicos e, por isso, apoiamos o Dia D”, conclui. Uma equipe multiprofissional do IBCC aderiu à Campanha com uma camiseta do tema: Diga não à desnutrição. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Um bom jornal é você quem faz!

500 mil leitores

As melhores ofertas
estão nesta edição
classimoveis

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919



É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2018 ©.