Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 55 anos de tradição.
 
Moradores e entidades regionais se reúnem contra a transferência da Cracolândia para a ZN
 
Foto: Divulgação
Registro do terreno onde cogita-se a instalação de serviços para dependentes químicos na região da Ponte Pequena


A possibilidade da Prefeitura em transferir tendas de atendimento para dependentes químicos em uma área próxima ao Metrô Armênia tem impulsionado moradores, comerciantes, empresários e representantes de diversas entidades numa mobilização contra a proposta. Essa questão veio a tona a partir de uma matéria divulgada no final de setembro noticiando a tentativa da Prefeitura em instalar num terreno localizado aos fundos da Igreja das Almas as tendas Atende, que oferecem atendimento a esse público. Atualmente, essas tendas funcionam na região da Luz, conhecida como Cracolândia e que representa um dos grandes desafios da cidade de São Paulo.

De acordo com moradores do entorno desse terreno, as tendas chegaram a ser instaladas e iniciaram o atendimento. Essa movimentação está registrada em fotos feitas durante esse perío­do. Essa questão foi amplamente discutida na reunião da Associação Amigos do Mirante do Jardim São Paulo, presidida por Alba Medar­doni. Realizada no auditório do Santuário Nos­sa Senhora da Salete no último dia 25/10, a reunião foi organizada em parceria com a 125ª Subseção Santana da OAB, quem tem como atual presidente dr. Clau­dio Moreira do Nascimento.

Com ampla participação de moradores da região diretamente afetada, no entorno das Igreja das Almas, moradores da Zona Norte, representantes de entidades regionais, comerciantes e empresários, a reunião contou com a presença de Milton Flávio Lautenschlegr, Secretário Es­pe­cial de Relações Sociais da Pre­feitura de São Paulo e seu Chefe de Gabinete José Castro.

Foto: AGZN
Com ampla presença de moradores e representantes de
entidades locais, a reunião da AAMJSP
marcou posicionamento
contrário à mudança de endereço das tendas Atende para a Zona Norte



Com uma faixa na mesa diretora da reunião com as palavras contra a medida, a reunião marcou um posicionamento da região em rejeitar a mudança de endereço das tendas para a região, assim como cobrou uma política de saúde pública para tratar essas pessoas, ao invés de apenas tentar espalhar esse movimento para outros pontos da cidade. Em seu pronunciamento, o secretário municipal afirmou que não há uma decisão sobre o assunto e que a Prefeitura irá ouvir a comunidade.

A última reunião da Associa­ção Amigos do Mirante do Jar­dim São Paulo, em parceria com a 125ª Subseção da OAB Santana, foi marcada por ampla presença popular e um claro posicionamento contra a transferência das tendas do Atende (serviço de assistência a dependentes químicos que funcionam na região da Cracolândia, na Luz) para o terreno próximo a Igreja das Almas, logo após a Ponte Cruzeiro do Sul - Jornalista Ary Silva.

O terreno municipal fica próximo à Rodoviária Tietê, dois shoppings centers, a estação de Metrô Armênia, a Es­colas Técnica Federal, a Escola Militar e muitos estabelecimentos comerciais. Além de rejeitar a mudança de endereço desse atendimento, a comunidade cobrou uma política de ajuda aos dependentes químicos, mais eficaz para combater o problema.

Presente na parte inicial do evento, Milton Flávio, Se­cre­tário Especial de Relações Sociais procurou tranquilizar os moradores presentes, garantindo que nenhuma decisão está tomada e que a Prefeitura irá ouvir a demanda popular. Tendo se ausentado logo após sua fala, permaneceu na reunião seu chefe de gabinete, José Castro. Em sua fala, Castro argumentou que as informações divulgadas pela imprensa estariam equivocadas e que as tendas do Atende teriam ficado no referido terreno por um curto espaço de tempo e já haviam sido retiradas. Segundo ele, ainda não há definições sobre a mudança do atendimento aos dependentes químicos para este ou outro endereço, e se colocou a disposição da comunidade para tratar o assunto.

Durante as manifestações dos moradores presentes ao evento, José Castro se ausentou da reunião, o que provocou muita polêmica no local. Porém, a reunião teve continuidade com diversas manifestações populares, inclusive com a divulgação de um abaixo-assinado com mais de 3 mil assinaturas contrário à possiblidade de mudança das tendas para a região da Ponte Pequena. O evento terminou com o compromisso de uma comissão formada por moradores da região e representantes de entidades locais para tratar desse assunto junto à Prefeitura de São Paulo. A próxima reunião da Associação Amigos do Mirante do Jardim São Paulo está prevista para o próximo dia 29/11, a partir das 20 horas, no salão de festas do Santuário Nossa Senhora da Salete, Rua Dr. Zuquim, 1.746, em Santana. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919



É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2018 ©.