Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 56 anos de tradição.
 
Imirim comemora 186 anos de fundação nesta segunda-feira
 
Foto: AGZN
Paróquia Nossa Senhora de Fátima, na Avenida Imirim,
é ponto referencial do bairro



O bairro Imirim completa 186 anos de história nesta segunda-feira (13/5), porém a comemoração acontece no próximo dia 20, com sessão solene a partir das 19h30 na Fábrica de Cultura Cachoeirinha (Rua Franklin do Amaral, 1.575). Presidida pelo vereador Claudinho de Souza, a sessão solene homenageará personalidades da região.

Atualmente, o bairro que abrange a área desde o início da Avenida Imirim até a região de Vila Nova Cachoeirinha, é predominantemente residencial e tem uma diversificada rede comercial e de serviços. Em seu território, ainda é possível encontrar amplos terrenos que deixam claro seu potencial para o mercado imobiliário.

Ao longo da Avenida Imirim, que é uma das principais ligações da região de Santana para a região de Vila Nova Cachoeirinha, são visíveis os pontos que precisam de recapeamento e limpeza nas calçadas, como o entorno do Cemitério Chora Menino. Em ruas transversais também são frequentes os buracos e acúmulo de lixo. Entre os exemplos de ruas que precisam de melhorias estão: Eleonora Raguna; José de Figueiredo Seixas, Ribeiro Junqueira e Teotônio Freire. Já em outras vias como: Mandiba, Francisco Escobar e José de Freitas, recentes serviços de zeladoria eliminaram buracos e ponto de acúmulo de mato e entulho.

O bairro começa no trecho inicial da Avenida Imirim, após o Cemitério Chora Menino e termina na mesma avenida antes do Cemitério de Vila Nova Cachoeirinha. Pertence ao distrito da Casa Verde, mas possui territórios em Santana, Mandaqui e Cachoeirinha.

Foto: AGZN
Ponto de ônibus na Avenida Imirim
teve recentes melhorias


Imirim significa “rio pequeno” em tupi-guarani, é uma referência ao córrego homônimo que banha o bairro (hoje, subterraneamente). No início do século 19, o bairro surgiu entre a encosta da Serra da Cantareira até a margem do Rio Jundiaí. O bairro tem origem como tantos outros da Zona Norte de São Paulo. O proprietário da área morreu e como não tinha herdeiro, após o seu falecimento o patrimônio foi desapropriado por ordem do Império e em 1833 loteou a área. No começo do século 20, o local era coberto por matas e alguns índios insistiam em viver pelas imediações. Por isso até a década de 1950, o bairro ficou conhecido como “Terra dos Índios”.

Em 1833, duas primeiras famílias se instalaram na região, foram os italianos Rocchi que tinham grandes fazendas que abrangiam parte das encostas da Serra da Cantareira e se estendiam até o Rio Jundiaí. Eles plantavam eucaliptos, café, cana e frutas, além de criarem gado leiteiro.

Foto: AGZN
Rua Eleonora Ragusa é ponto viciado de lixo no bairro


Os padres chegaram ao bairro em 1905 e fundaram a Capela Nossa Senhora da Glória, hoje igreja Nossa Senhora de Fátima. Nessa época os italianos e portugueses iniciaram o desbravamento das terras para o cultivo de café, cana e frutas que eram vendidos pelos bairros vizinhos. A partir daí o progresso foi chegando à região, que se modernizou e cresceu. A inauguração do Cemitério de Santana, (Chora Menino), aconteceu no século 19 e foi impactante para o desenvolvimento da região.

Quando o bairro começou a ser chamado de Imirim na década de cinquenta, essa região era praticamente uma área rural. Na década de 1960, o então vereador Ary Silva, fundador do jornal AGZN, assumiu a liderança do movimento em prol da construção de uma avenida propriamente dita. Após os atrasos devido à falta de verba, a obra foi finalizada contribuindo definitivamente para o fortalecimento do bairro.
O Imirim limita-se ao norte com Vila Nova Cachoeirinha, a oeste com Casa Verde e Sítio do Mandaqui, a leste com Lauzane Paulista, Santa Terezinha e ao sul com os bairros de Santana e Chora Menino. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919


Doe

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2019 ©.