Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 56 anos de tradição.
 
Resgate histórico da Capela de São Sebastião
é abordado em reunião com D. Odilo Scherer
 
Fotos: AGZN
Capela de São Sebastião do Barro Branco, demolida em 2001



Local da antiga capela abriga hoje uma agência bancária,
mas suas fundações continuam preservadas
O resgate histórico da antiga Capela de São Sebastião, que até início dos anos 2000 manteve suas ruínas na esquina da Avenida Água Fria com Nova Cantareira, foi tema do encontro realizado no último dia 1º de agosto entre um grupo de moradores da Zona Norte e o Cardeal Arcebispo Metropolitano Dom Odilo Pedro Sherer, na sede da Cúria Metropolitana.

Participaram dessa reunião representantes da região como: dr. Walter Vicente, Malcolm Fo­rest, vice-presidente do Ins­tituto Histórico e Geográfico de São Paulo e sr. Enrico Romado. Acompanhando Dom Odilo, esteve o dr. Leandro Machado, advogado da Cúria.

Além da emblemática Ca­pela de São Sebastião, a reunião abordou a existência de outras capelas em diferentes pontos da Zona Norte, e que embora tenham desaparecido com o tempo, podem ter sua história resgatada e preservada pela Igreja.

“Esse foi um passo importante para a memória da região”, afirmou Malcolm Forest. No momento, está sendo elaborado um estudo sobre a histórica Capela de São Sebastião do Barro Branco e suas ruínas presentes no terreno, além de outras ações. Demolida em 2001, a histórica Capela de São Sebastião localizava-se na esquina das avenidas Água Fria e Nova Cantareira sendo alvo de uma grande ação popular em prol de seu tombamento.

Construída por volta de 1872, a capela serviu no passado como ponto para tropeiros que seguiam para a região de Minas Gerais. Por muitos, suas antigas edificações permaneceram fechadas e sem manutenção, apesar do apelo popular pelo seu tombamento, que infelizmente só aconteceu em 2003, dois anos após sua efetiva demolição. No local, onde atualmente funciona uma agência bancária, suas fundações são preservadas e guardam parte da história da cidade.

A partir dessa reunião com o Arcebispo Dom Odilo Pedro Scherer, a expectativa é de promover um importante resgate histórico desta e de outras capelas que fizeram parte da história da Zona Norte. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919


É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2019 ©.