Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Theatro Municipal de São Paulo recebe inédito concerto em homenagem a Irmã Dulce
 
Foto: Divulgação
Maestro Roberto Laborda faz a estreia das composições no Brasil
no Theatro Municipal de São Paulo


O Theatro Municipal de São Paulo recebe, na próxima quarta-feira dia 19 de fevereiro, às 20 horas, o Concerto Senzalas Brasileiras, do regente e compositor baiano Roberto Laborda. O programa reúne o conjunto de composições homônimas e fragmentos da Ópera Irmã Dulce, uma homenagem à primeira Santa brasileira. Apresentadas pela primeira vez no Brasil, com a Orquestra Sin­fônica Municipal de São Paulo (OSM), as obras foram com­postas para diferentes formações instrumentais.

Executada pela primeira vez em Roma (Itália), em outubro do ano passado, durante a canonização da religiosa brasileira, as composições da Ópera Irmã Dulce revelam a influên­cia da baianidade no estilo de Laborda. Nas entrelinhas das obras sinfônicas, o maestro deixa latente a influência do Folclore brasileiro.

Inspiradas nas dificuldades da religiosa, responsável pela construção de um hospital no terreno onde havia um galinheiro, as peças também passeiam pela Salvador natal do regente, e têm como pano de fundo o romance entre a jovem pobre Gabriela do Rio Vermelho e o aristocrata Barão de Lanat. As personagens serão representadas, respectivamente, pela soprano Elayne Caser e pelo tenor Rubens Me­dina, ambos do Coro Lírico Mu­nicipal de São Paulo, corpo artístico do Theatro Municipal.

Dando continuidade ao programa, as composições batizadas de Senzalas fazem alusão à palavra em seu sentido literal. Com forte influência dos sons e Folclore baianos, as obras manifestam um caldeirão de ritmos. No prelúdio de Senzala nº 1, surge a “Esperança Sertaneja”, retrato do brasileiro que sai do campo em busca de uma vida melhor na capital, mas encontra apenas a exploração da sua mão de obra. Compostas para orquestra de cordas e piano, as Senzalas nº 2 trazem a visão do brasileiro sobre as belezas da Europa, sem deixar de lado as marcas de um passado de guerras e disputas territoriais.

O primeiro acorde de Riga lembra a explosão de uma bomba da 2ª Guerra Mundial. As notas seguintes revelam a dramaticidade da trama imaginada pelo compositor. Um homem arrancado da família é levado ao cárcere na Sibéria. Enquanto espera a morte, ele é surpreendido pela libertação e pela volta da esperança.

Na obra Romance em Praga, o diálogo entre o violino e o violoncelo revela a batalha travada pelo compositor Antonín Dvorak na busca por consumar seu amor impossível. Apaixonado por uma mulher comprometida, o compositor construiu para ela um quarto em sua casa, na esperança de que deixasse o marido “ainda que aos 80 anos de idade”. A peça venceu o prêmio Dvorak, da República Tcheca. Indicação etária: Livre. Ingressos: R$ 40 / R$ 30 / R$ 12 - Vendas: pelo site theatromunicipal.org.br ou na bilheteria do Theatro Municipal.

O Theatro Municipal de São Paulo - Sala de Espetáculos - Está localizado na Praça Ramos de Azevedo, s/nº - República, São Paulo - SP - Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas, e sábados e domingos, das 10 às 17 horas.
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp 94861-1729


É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.