Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Memória: Jornalista Ary Silva, fundador de AGZN,
é lembrado por legado de ética e dedicação
 
Foto: Arquivo AGZN
Jornalista Ary Silva, fundador de AGZN,
faleceu em 6 de abril de 2001



Nesta segunda-feira (6), lembramos o aniversário de falecimento do jornalista Ary Silva ocorrido nesse dia em 2001. Como importante jornalista e comentarista esportivo de sua época, Ary Silva teve uma importante atuação pela cidade de São Paulo entre 1956 e 1966 (ano em que foi eleito deputado estadual). Como líder do prefeito Prestes Maia na Câmara, Ary Silva atuou diretamente em importantes projetos para o desenvolvimento da Zona Norte.

Nascido em 21 de junho de 1917 na cidade de São Paulo, começou sua carreira jornalística em 1936 como repórter nos Diários Associados (Diário de São Paulo), onde criou a coluna “Torcida Amiga, Bom-Dia”, na qual analisava as notícias do mundo esportivo da maneira descontraída a um público diverso. Lá permaneceu por 45 anos. Em seguida passou a escrever no jornal Popular da Tarde onde criou a Coluna de Observação.

Em meados dos anos 40, na Rádio Bandeirantes foi comentarista do programa Bola ao Ar, onde também passou a usar a expressão "Torcida Amiga, Bom-Dia", mantida até os dias de hoje como título da coluna de esportes da AGZN.

Em sua carreira, o Jornalista Ary Silva teve importantes atuações nas Emissoras Associadas (rádio e TV Tupi) e nas rádios Nacional e Excelsior que foram incorporadas pelo sistema Globo. Com a chegada da televisão ao Brasil em 1950, Ary Silva tornou-se o primeiro comentarista esportivo da TV brasileira.

Toda sua experiência no jornalismo foi fundamental para criar em 1963, A Gazeta da Zona Norte. Como foi relatado por ele em diversas ocasiões, a ideia surgiu a partir de uma conversa entre amigos que comentavam a dificuldade de tratar assuntos de interesse da Zona Norte na grande imprensa. Com o objetivo tratar os temas pertinentes ao desenvolvimento da região, chegava às bancas em 3 de fevereiro de 1963, a primeira edição de A Gazeta da Zona Norte.

Durante toda sua trajetória profissional, Ary Silva atuou na direção da Escola de Árbitros da Federação Paulista de Futebol, participou do Conselho Nacional de Desportos, do Conselho Municipal de Esportes e da comissão constituída por Paulo Machado de Carvalho, ao lado de Paulo Planet Buarque e Flávio Iazzetti, que levou o Brasil à vitória nos Mundiais de 1958 (Suécia) e 1962 (Chile). Ary Silva é lembrado como sócio-fundador do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e o primeiro presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo).

Devido ao seu trabalho na Câmara Municipal de São Paulo como vereador, Ary Silva conseguiu trazer muitas obras importantes para a modernização da zona norte. A mais emblemática foi o alargamento da Avenida Cruzeiro do Sul e a construção da ponte de mesmo nome. Em sua homenagem, o então prefeito Gilberto Kassab sancionou em maio de 2010 o projeto de lei de autoria do vereador Wadih Mutran, que alterou o nome da Ponte Cruzeiro do Sul para Ponte Cruzeiro do Sul-Jornalista Ary Silva. Essa homenagem tornou-se oficial a partir da Lei nº 15.161, publicada na edição de 17 de maio de 2010 do Diário Oficial do Município.


Foto: Arquivo AGZN
Foto histórica para a Zona Norte registra o momento em que o prefeito Prestes Maia (1º da esquerda para a direita) apresenta a planta e o
contrato para as obras da Ponte Cruzeiro do Sul.
Como vereador pela cidade de São Paulo, Ary Silva (ao centro) assina o documento
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729






Veja as duas últimas edições
Ed. 2908 Ed. 2909

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.