Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Questões raciais e de gênero compõem atividades das Fábricas de Cultura
 
Foto: Edilaine Pereira
Em fevereiro, o público poderá se aprofundar
em fatos como o racismo, machismo,misoginia,
colonialismo, invisibilidade e estereótipos por meio do
audiovisual e rodas de conversa



Diferentes tipos de opressões dão o tom dos debates a serem realizados nas Fábricas de Cultura. No dia 11/2, terça, às 10 horas, é a vez da roda de conversa Toda palavra pode ser usada? Realizada pela equipe da biblioteca da Fábrica de Cultura Jaçanã. O objetivo é promover a explicação de algumas palavras e expressões faladas que remetem ao racismo, machismo, misoginia (ódio às mulheres), colonialismo, opressões e que por vezes falamos e não sabemos a sua origem. Conteúdos da Geledés - Instituto da Mulher Negra e a música “Ah”, de Luiz Tatit, são alguns dos materiais de apoio para a análise de frases ou palavras que contemplam estes questionamentos e que serão debatidos entre os participantes, além dos contextos onde tais termos são aplicados, porque são ofensivos a determinados grupos e as suas construções históricas.

Já a biblioteca da Fábrica de Cultura Brasilândia realiza o debate e a instalação Você pode ser o que quiser: “o céu é o limite e você truta é imbatível” no dia 12/2, quarta, com início às 14h30. Mesmo diante de dados como do Mapa de Desigualdade 2019, da Rede Nossa São Paulo, e o levantamento “Viver em São Paulo 2019 - Relações Raciais”, também da Rede Nossa São Paulo e em parceria com o Ibope Inteligência, novas narrativas e perspectivas resistem. Percebendo a falta de representatividade pelos territórios, a atividade busca apresentar o protagonismo de personalidades negras e iniciar, com os participantes, um mapeamento de pessoas que são referências em suas comunidades.

Em 18/2, terça, a partir das 10 horas, a Fábrica de Cultura Jaçanã recebe a escritora e artista multimídia Thata Alves. Também precursora do Sarau da Ponte Pra Cá e integrante do coletivo Sarau das Pretas, ela vai apresentar o bate-papo Thata Troca, por onde propõe um diálogo sobre as questões raciais, traz como pauta as formas de falar sobre o racismo, educando e fazendo refletir com poemas sobre o tema. Uma das bases para essa atividade é o livro autoral da artista, TROCA (2016), publicado de forma independente pelo selo Academia Periférica de Letras.

Toda a programação descrita acima é gratuita e não precisa de inscrição. Basta chegar com até 30 minutos de antecedência. A seguir, as datas, os horários e números de vagas.

Serviço:
Biblioteca da Fábrica de Cultura Jaçanã - Entrada 1: Rua Rai­mundo Eduardo da Silva, 138 - Conjunto Habitacional Jova Rural. Entrada 2: Rua Albu­querque de Almeida, 360 - Con­junto Habitacional Jova Rural. F: (11) 2249-8010

Roda de conversa: Toda palavra pode ser usada?
11/2, terça-feira, às 10 horas
Faixa etária: a partir dos 10 anos
Vagas: 20

Biblioteca da Fábrica de Cultura Brasilândia - Avenida General Penha Brasil, 2508 - Vila Nova Cachoeirinha. F: (11) 3859-2300

Você pode ser o que quiser: “o céu é o limite e você truta é imbatível”
12/2, quarta-feira, das 14h30 às 16h30
Faixa etária: livre
Vaga: sem limite de vagas

Fábrica de Cultura Jaçanã - Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 - Con­junto Habitacional Jova Rural. Entrada 2: Rua Albu­querque de Almeida, 360 - Conjunto Habitacional Jova Rural. F: (11) 2249-8010

Bate-papo: Thata Troca
18/2 - terça-feira - 10 às 12 horas
Faixa etária: livre
Sem limites de vagas
Local: Fábrica de Cultura Ja­çanã - Rua Raimundo Eduar­do da Silva, 138 - Conjunto Ha­bitacional Jova Rural.

Fábricas de Cultura - Funcio­namento: de terça a sexta-feira, das 9 às 20 horas, finais de semana e feriados das 12 às 17 horas.

 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2913 Ed. 2914

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.