Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Cerca de 49% dos brasileiros consideram reavaliar seus gastos
 
Foto: Rupixen.com on Unsplash
49% dos brasileiros consideram reavaliar seus
gastos, porém 71% afirmam que pretendem
aumentar o volume de compras online



Com lojas, shopping e estabelecimentos fechados, até o dia 22 de abril, a opção para a sobrevivência de alguns negócios está sendo concentrar as vendas no mercado online. A população está sentindo os efeitos e impactos que as medidas de segurança contra o covid-19 está trazendo para a economia brasileira.

De acordo com a NZN Intel­ligence, plataforma de pesquisa do mercado da NZN, 49% dos brasileiros consideram reavaliar seus gastos, sendo que 71% afirmam que pretendem aumentar o volume de compras online.

Neste primeiro momento, o mercado tem reagido bem, visto que “desde quinta-feira, dia 12 de março, algumas lojas vir­tuais chegaram a registrar um aumento de mais de 180% em transações nas categorias Alimentos e Bebidas e Beleza e Saúde”, afirma Maurício Salvador, presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

A entidade acredita que o e-commerce está em condições de atender a um eventual crescimento da demanda, como acontece no caso da Black Friday, em que algumas lojas virtuais recebem em apenas um dia, o equivalente aos pedidos do mês inteiro. Aproveitando a onda de compras do consumidor brasileiro, resolvemos separar 4 dicas de lojistas para impulsionar o seu negócio virtual.

1. Utilizar imagens de baixa qualidade - A qualidade das imagens é fundamental para qualquer loja virtual. Afinal, elas são responsáveis por fornecer detalhes importantes sobre o produto e, muitas vezes, são a razão pela qual os consumidores abandonam o carrinho de compras. “É importante lembrar que os consumidores não terão nenhum tipo de contato físico com os produtos, como ocorre em uma loja física. Sendo assim, é preciso dar uma atenção especial a esse ponto”, destaca a CEO da loja, Sirlene Costa.

2. Não focar na experiência do usuário - Não levar a experiência do usuário em consideração é um dos principais erros da loja virtual. Um cliente opta por realizar uma compra online por conta de alguns fatores importantes, como praticidade, facilidade em encontrar o que deseja e a rapidez. Sendo assim, o seu site deve englobar todos esses aspectos.

3. Não levar o design em consideração - Você já deve ter percebido que seu site, muito provavelmente, é o local onde ocorre o primeiro contato dos clientes com sua empresa, certo? Então, é importante destacar que a primeira impressão é a que fica. Em outras palavras, se ao acessar sua página os consumidores encontrarem um layout desorganizado e confuso, provavelmente eles procurarão por outras opções. Sendo assim, o design é essencial para uma loja virtual.

4. Ter um processo de logística ruim - A logística é um dos aspectos mais importantes em um e-commerce. Muitas vezes, ela é a responsável por fazer um consumidor voltar a escolher a sua loja virtual para realizar compras. O processo de logística deve englobar uma série de preocupações, como: estoque, prazos de entrega, rastreamento, logística reversa, entre outros assuntos. Garantir que todas essas etapas ocorram sem maiores problemas é uma das chaves para o sucesso do seu negócio.

 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2913 Ed. 2914

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.