Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Nova fase da quarentena segue dia 28 em SP
com reabertura gradual do comércio de rua e shoppings
 
Foto: AGZN
Comércio de rua retoma gradualmente o funcionamento


O governador João Doria anunciou na entrevista coletiva da última quinta-feira (11), o acordo firmado entre o Instituto Butantã e o laboratório chinês Sinovac, para a produção de uma vacina contra a covid-19. Denominada  coronaVac,  a vacina está entre as 10 mais avançadas em elaboração no mundo para imunização contra o novo coronavírus. “Hoje é um dia histórico para São Paulo e o Brasil, assim como para a ciência mundial”, afirmou o governador. Já tendo sido aprovada nas duas primeiras fases de teste na China, a coronaVac terá a terceira etapa dos testes no Brasil, com a participação de 9 mil voluntários. A expectativa é de que seja produzida em larga escala, até junho de 2021.

A declaração foi realizada um dia após a apresentação dos dados atuais da covid-19, no Estado, assim como a continuidade da quarentena no Estado de São Paulo, até o próximo dia 28. Na atual fase da quarentena, o Estado tem regiões em diferentes classificações para o andamento do Plano São Paulo, que prevê a retomada gradual das atividades econômicas.

A cidade de São Paulo, classificada na fase 2 - laranja, autorizou na semana passada a reabertura de concessionárias e escritórios. Na última quarta-feira, o comércio de rua retomou as atividades, de acordo com o protocolo de funcionamento
pré-estabelecido. Os shoppings reabrem nesta quinta-feira.

Para evitar os horários de pico, as lojas de rua podem funcionar das 11 às 15 horas, com pessoal reduzido, medidas de higiene, oferta de álcool gel para os clientes, respeito ao distanciamento social e uso de máscaras. O mesmo vale para os shoppings da Capital e região metropolitana que funcionam das 6 às 11 horas, para os mais populares, e das 16 às 20 horas para os demais shoppings. Essas medidas valem para as cidades da região metropolitana, os municípios da Baixada Santista e do Vale do Ribeira.

Em outras cinco re­giões do Estado (Araraquara, Bar­retos, Bauru, Presidente Pru­dente e Ribeirão Preto), as medidas de isolamento social serão endurecidas para frear a disseminação da covid-19. Segundo o governador João Doria, o cenário atual confirma a previsão do Centro de Contingência do coronavírus de São Paulo, que já indicava expansão da covid-19 no Estado.
Os dados atualizados do Es­tado e atual avaliação do Plano São Paulo, foram apresentados na coletiva realizada na última quarta-feira (10), no Palácio dos Bandeirantes.

A atual fase do Plano São Paulo assim como os dados do Estado de São Paulo referentes à pandemia do novo coronavírus, foram apresentados na última quarta-feira, em entrevista coletiva concedida pelo governador João Doria e sua equipe no Palácio dos Bandeirantes.

Nos últimos sete dias, houve redução na taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva para covid-19 de 72,6% para 69,1%, além de aumento na média de vagas por cem mil habitantes de 15,4 para 18,1. No mesmo período, o total de casos e mortes teve quedas reduzidas, de 1% e 3% respectivamente, mas as internações pela doença subiram 7%.

De acordo com o Estado, reforço na rede hospitalar foi substancial nos últimos 15 dias. No dia 25 de maio, o total de leitos de terapia intensiva no estado, era de 6.542, foi a 7.134 no dia 1º de junho e, atualmente, é de 7.610. A expectativa é de que esse número aumente até o final deste mês.

Confirmando as projeções que apontavam que, a contaminação é mais acelerada no interior do que na capital, o Governo decidiu ampliar restrições à atividades econômicas não essenciais em cinco regiões. Araraquara e Bauru voltaram da fase 3 (amarela) para a 2 (laranja), enquanto que as áreas de Ribeirão Preto, Barretos e Presidente Prudente voltaram à etapa 1 (vermelha) de máxima restrição.

Nas regiões da Baixada San­tista e de Registro, a melhora nos índices semanais permitiu a reclassificação da fase vermelha para a laranja, que permite reabertura restrita de imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio de rua e shoppings. O mesmo ocorreu em todas as cinco sub-regiões da Grande São Paulo.

Na capital e demais regiões - Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté - que estavam na fase 2 de retomada restrita desde o início do mês, houve estabilidade na maioria dos índices. Todas permanecem na mesma classificação, até a próxima atualização de painel do Plano SP, prevista para o próximo dia 17.

Como o Estado permanece em quarentena, o isolamento social continua sendo apontado como principal medida para a contenção da pandemia. “O isolamento social é chave nesse processo. Esse cenário só se garante com a cooperação da população e também com a liderança dos prefeitos nessa parceria com o Go­verno do Estado”, destacou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Pa­tricia Ellen.

Com os resultados atuais, a maior parte do Estado está na fase laranja, que não permite a reabertura de bares, restaurantes, salões de beleza, ou academias. Nas três regiões classificadas na etapa vermelha, só estão autorizadas atividades comerciais e serviços essenciais.

Indústria e construção civil continuam com funcionamento normal em todo o Estado. A nova classificação anunciada nesta quarta, entra em vigor a partir da próxima segunda-feira, 15.

Os dados estatísticos e os critérios técnicos que norteiam o Plano São Paulo, estão à disposição no site seade.gov.br/
coronavirus/, que recebe atualizações diárias.

As estratégias e critérios do Plano São Paulo para retomada da economia de acordo com cinco níveis de reabertura parcial, estão à disposição na página saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/planosp/. O site permite consulta e download de todos os protocolos sanitários para todos os setores produtivos e também as regras de testagem, para coronavírus no setor privado. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2914 Ed. 2915

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.