Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Limpeza dos Terminais e dos Transportes Públicos está no foco dos usuários
 
Foto: AGZN
Higienização do ônibus é intensificada durante a quarentena


Recebemos reclamações de leitores falando sobre a limpeza nos transportes públicos, metrô, ônibus e trem e, de acordo com as reclamações a limpeza não estava sendo executada, uma linha que teve bastante reclamação foi a 1783/10 Cachoeira - Metrô Santana.

Questionamos, e em resposta a SPTrans informou que acionou a equipe de fiscalização para apurar a limpeza e higienização dos ônibus da linha 1783/10 Cachoeira - Metrô Santana, a fim de assegurar a qualidade na prestação do serviço.

A SPTrans ainda disse que, desde o início da quarentena, em março, a Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, adotou uma série de medidas para que motoristas, cobradores e passageiros do sistema de transporte público da capital se previnam contra o novo coronavírus causador da covid-19. O uso de máscara para quem precisa se deslocar, passou a ser obrigatório. Além disso, é recomendado o reforço de cuidados pessoais como lavagem das mãos a cada viagem realizada.

Como medida de prevenção, as empresas estão autorizadas a usar cortinas em formato “L” nos postos dos motoristas para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Tivemos reclamações também sobre a lotação dos ônibus e, segundo a SPTrans foi sinalizada a distância de 1 metro entre os usuários nas plataformas para aguardar o embarque nos terminais municipais. A equipe técnica da SPTrans acompanha o movimento dos passageiros e adequa a frota de ônibus para atender a demanda da população.

Os terminais municipais vêm recebendo reforço na higienização, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Desde o início da pandemia, plataformas, gradis, pistas de rolamento e áreas comuns estão tendo a limpeza complementada, passando por lavagens noturnas. Além disso, ao longo do dia os locais também recebem varrições em todas as plataformas, recolhimento de lixo, higienização e desinfecção dos equipamentos de uso comum.

Além da limpeza mais pesada já realizada, diariamente nas garagens em todos os veículos, a higienização passou a ser feita também entre as viagens, nos terminais municipais, principalmente nos locais onde há contato mais frequente dos passageiros, como balaústres, corrimãos e assentos.

A limpeza dos ônibus municipais em terminais passou a ser feita com a utilização de um equipamento Atomizador Elétrico Portátil, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Com o novo sistema, a higienização no interior dos ônibus nos terminais onde o equipamento está disponível, é realizada em apenas dois minutos, sendo feita toda vez que o veículo chega aos terminais urbanos após o desembarque dos passageiros, reduzindo o tempo comparado com a limpeza manual, que continua a ser realizada, constantemente nos demais terminais.

Com o ônibus cheio, fica difícil manter um distanciamento social e, por conta disso, também questionamos sobre o ar-condicionado dos ônibus, a SPTrans informou que, os sistemas de ar-condicionado dos ônibus devem atender à legislação, às normas e às exigências funcionais contidas nos manuais dos Padrões Técnicos de Veículos elaborados pela SPTrans. O sistema conta com dupla filtragem do ar e deve assegurar, a cada três minutos, a troca constante do ar que circula no veículo conforme previsto em norma.

Além disso, o equipamento passa por limpeza/higienização periódica, em vários componentes internos e nos seus dutos, conforme definido pelos fabricantes do equipamento. Esta limpeza é realizada com água e sabão, a cada 5 meses ou em menos tempo, a depender da intensidade do uso. Quanto aos filtros, o de retorno é substituído semanalmente, enquanto o de antipólen, em média, a cada dois meses.

Em razão da pandemia, a SPTrans orientou as empresas operadoras a intensificarem a manutenção e limpeza dos equipamentos.

Os ônibus passam por vistorias da SPTrans, que também realiza diariamente inspeção amostral específica, com a desmontagem do equipamento de ar-condicionado em que se verifica o estado geral de conservação, eficiência e limpeza. Além disso, a fiscalização de campo da SPTrans verifica, diariamente, durante a operação, o estado geral de funcionamento do equipamento.

A SPTrans concluiu dizendo que, desde o início da quarentena, em março, a Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, adotou uma série de medidas para que motoristas, cobradores e passageiros do sistema de transporte público da capital se previnam contra o novo coronavírus causador da covid-19. Para informar e conscientizar a população da determinação, os ônibus receberam adesivos com o aviso sobre a obrigatoriedade, que foram fixados no para-brisa e nas portas dos veículos, a máscara, deve ser utilizada pelas pessoas durante toda a viagem, inclusive por motoristas e cobradores. O uso de máscara para quem precisa se deslocar, passou a ser obrigatório. Além disso, é recomendado o reforço de cuidados pessoais como lavagem das mãos a cada viagem realizada.

As informações de mudanças de linhas, funcionamento dos postos e recomendações, podem ser acessadas no link
www.sptrans.com.br/covid-19. Mais informações sobre os protocolos do transporte público para o enfrentamento à covid-19 estão disponíveis no link http://sptrans.com.br/media/5584/protocolos-transporte-pu-blico.pdf?v=23062020_1510
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2930 Ed. 2931

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.