Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Homenagem: Professor Leonardo Placucci é um dos nomes
mais importantes para a história da Zona Norte
 
Foto: Arquivo AGZN
Professor Leonardo Placucci aniversaria nesta sexta-feira (18)


Nesta sexta-feira (18), lembramos a data de aniversário de uma das personalidades mais importantes para a Zona Norte, o professor Leonardo Placucci, fundador da Uni Sant”Anna. Considerado pioneiro da educação superior na região, Placucci sempre foi reconhecido por seu envolvimento com as questões comunitárias e sua perseverança, que o levaram a ser o reitor da primeira universidade da Zona Norte.

Em entrevista concedida para a A Gazeta da Zona Norte em 2013, Placucci contou sobre sua chegada à São Paulo ainda menino em 1943 e toda sua trajetória que teve na educação o pilar principal. “Cheguei em São Paulo, na Vila Maria, em 1943”, relatou Placucci. “Vim trazido por um tio com 11 anos de idade e fui deixado na Rua Caeté, na casa de uma tia. Dali fui levado pra Rua Chico Pontes em Vila Guilherme. Nessa época, já cheguei e fui fazer o curso de admissão ao ginásio. Naquele tempo se fazia admissão para entrar no ginásio e no colégio também. Acabei entrando na área da educação, tinha mais ou menos 20 e poucos anos quando me tornei professor de admissão ao ginásio. Naquele tempo, esse curso era dado pelo professor normalista, que lecionava matemática, português, história e geografia para o aluno fazer exame e entrar no ginásio “particular” e “oficial”.

Antes de tornar-se professor, Placucci sempre contava ter trabalhado como engraxate e aprendiz de sapateiro e que passou, junto a seus familiares, as restrições impostas pela 2 Guerra Mundial com racionamento de muitos produtos básicos. Foi nesse período em que Placucci ainda muito jovem trabalhou numa sapataria na Vila Maria, que por iniciativa sua, acabou se transformando num dos primeiros magazines da região. “Eu trabalhei como engraxate e aprendiz de sapateiro, na casa de calçados Pita,na Praça Santo Eduardo, início da Av. Guilherme Cotching, Um dia disse para Sr. Antônio, o proprietário: ‘quem vem trazer sapato para consertar aqui, também usa sabonete, lenços , perfume, pente. Vamos montar uma prateleira e vender esses produtos aqui? ‘”. Com o aval do patrão, Placucci conta ter montado uma prateleira de madeira e começou a comprar e comercializar vários produtos. “Usando o instinto, fiz prateleiras no salão e comecei a comprar produtos. Naquela época, você comprava o produto e depois ficava mais caro. Eu fiz isso numa sapataria de conserto, transformei no primeiro magazine da Zona Norte”.

Nessa altura, seu trabalho já rendia o suficiente para ajudar sua família, mas o jovem Placucci não esqueceu o antigo sonho de tornar-se professor. Aos 18 anos, conseguiu formar-se como professor normalista, profissão que o acompanhou durante toda a vida. Tendo lecionado em várias instituições, Placucci começou em 1967 o primeiro projeto para fundar uma faculdade na Zona Norte, que veio a tornar-se também a primeira universidade da região. Nesta sexta-feira, 18 de setembro, não podemos deixar de lembrar o aniversário de uma das personalidades mais importantes para o desenvolvimento da Zona Norte.
 
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729



FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

Veja as duas últimas edições
Ed. 2934 Ed. 2935

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2020 ©.