Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Fábricas de Cultura promovem atividades culturais on-line
 
Fotos: Divulgação
Pelas redes sociais, atividades de circo, literatura, cinema, 
artes visuais e música são disponibilizadas ao público



Na oficina Pintura e Identidade,
o artista plástico Michael Silva
abordará
o imaginário através de suas obras
As Fábricas de Cultura oferecem atividades virtuais e gratuitas por meio das redes sociais. O lançamento do livro HÍDRICA - palavra em estado de mergulho será apresentado em uma versão on-line. Por meio de uma performance poética, a autora Pam Araujo demonstrará através de sonorização e projeção, poemas que expressam sobre “ser mulher e carregar em si todas as águas que alagam o mundo”. O lançamento acontecerá no dia 16 de fevereiro, terça-feira, às 19 horas pelo IGTV (Instagram) das Fábricas de Cultura.

Dois artistas circenses precisam criar um número e utilizam as redes sociais para pesquisar movimentos e se comunicar com outros artistas neste processo. A Trupe Baião de 2 apresentará no dia 17 de fevereiro, quarta-feira às 17 horas, o espetáculo Pernaltas. A exibição será pela página do Facebook.

A atividade Por que é importante falarmos sobre criar novas histórias e narrativas busca refletir sobre a importância de criar novas histórias e narrativas para crianças negras, utilizando o livro Amoras, do Emicida, que é uma potente ferramenta para a construção de uma identidade negra com o intuito de nos reconhecermos e nos orgulharmos de quem somos. A atividade acontecerá no dia 18 de fevereiro, quinta-feira, às 15 horas pelo YouTube .

A performance Aerial Straps Emoções, apresentada pelo artista Helder Vilela demonstra técnicas circenses de força e flexibilidade, onde ele usa seu corpo para fazer movimentos estáticos e dinâmicos com fluidez e serenidade, de modo a passar a sensação de confiança e controle para quem assiste. No dia 18 de fevereiro, quinta-feira às 20 horas, a performance será exibida no IGTV.

No mês de fevereiro a equipe biblioteca do Capão Redondo vai te levar para conhecer cultura sound system, que saiu da Jamaica trazendo muito conteúdo para os guetos de São Paulo. Nessa atividade, Keidson Oliveira apresentará no dia 19 de fevereiro, sexta-feira às 11 horas, a história e a propagação do Sound System pelo mundo. A atividade acontecerá pelo YouTube.

Em um vídeo que aborda os desdobramentos e desafios da produção de figurino em obras audiovisuais independentes, Felipe Campos apresenta a construção de estéticas de moda afrourbana na cidade de São Paulo. O figurino no audiovi­sual e a moda afrourbana agênera será apresentado no Instagram no dia 19 de fevereiro, sexta-feira, às 17 horas.

O cordelista Pedro Monteiro e os poetas Costa Senna e Mo­reira de Acopiara irão declamar cordéis no festival Lite­ratura de cordel, tradição e contemporaneidade. A transmissão pretende também abordar a importância na formação da cultura brasileira, sua presença na música, no teatro, no cinema e na televisão, os precursores, os principais temas e o importante momento pelo qual o cordel está passando. A atividade será transmitida pelo Facebook no dia 21 de fevereiro, domingo, às 17 horas.

A Onda Hallyu, ou Onda Co­reana em português, é uma expressão usada para se referir a popularização da cultura sul-coreana no mundo. O termo foi criado nos anos 90 por jornalistas de Pequim, que se surpreenderam com a popularidade crescente da cultura da Coreia do Sul na China. Hoje, a propagação da onda coreana atinge o mundo todo, inclusive paí­ses da América Latina, como o Brasil. Essa atividade focará em um dos pontos mais populares da cultura sul-coreana: os k-dramas, ou doramas, como são chamadas as séries produzidas na Coreia do Sul. Com o intuito de responder à pergunta: qual a magia existente por trás das produções audiovi­suais sul-coreanas? A atividade trará exemplos de doramas que foram (e são) fenômenos mundiais. A transmissão será pelo YouTube no dia 22 de fevereiro, segunda-feira, às 11 horas.

O filme Vaguei os livros, me sujei com a m... toda aborda a ausência estratégica de personagens e autores negros no conteúdo ensinado nas escolas, que podem carimbar o desgosto pela leitura. O filme toca também na história das páginas negras do Brasil e do planeta, nos conhecimentos e paisagens acesas da história da África e de sua literatura, no Hip Hop como tição emparceirado dos livros pretos e na literatura das ladeiras de hoje, das quebradas e rodas paulistanas, literatura de escadão. A exibição acontecerá no dia 25 de fevereiro, quinta-feira, às 20 horas pelo YouTube.

Na oficina Pintura e Iden­tidade, o artista plástico Mi­chael Silva abordará o imaginário, construindo o perfil em que, através da pintura e das percepções dos traços identitários de cada um, ele apresentará uma criação artística a respeito do que somos ou imaginamos ser. Para participar, basta acompanhar o Facebook das Fábricas de Cultura no dia 26 de fevereiro, sexta-feira, às 16 horas.

Acesse as redes da Fábrica de Cultura: https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn/

https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w

https://www.facebook.com/fabricasdecultura

 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2944 Ed. 2945

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.