Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba,
é referência para pacientes com a nova variante da Covid-19
 
Foto: Edson Hatakeyama/ SMS
Hospital Municipal de Pirituba é a referência em
tratamento
das variantes de Manaus e Reino Unido

A variante brasileira está circulando em São Paulo, e o Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, que está localizado em Pirituba, na Zona Norte, é o local em que estão internados os pacientes que tiveram contato com a nova variante.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Se­cretaria Municipal da Saúde (SMS), informou que desde o início de janeiro até o momento, a capital foi notificada de 13 casos de novas variantes, sendo nove oriundos de Manaus (dados do último dia 16).

Destes, oito são residentes do Município de São Paulo e um é morador de Manaus, e internou-se em São Paulo. Desses oito residentes do Município, apenas um deles não teve contato com pessoas vindas da região norte do país ou histórico de viagem para este local.

Outros quatro casos são da variante do Reino Unido e notificados à vigilância do município de São Paulo. Dois destes casos já haviam sido detectados no início do ano e os outros dois foram comunicados ao município na tarde da última segunda-feira (15).
Estes dois últimos casos, segundo acompanhamento da SMS, relatam não terem se deslocado, nem terem tido contato com ninguém de fora do país.

A SMS, inclusive, vai aprofundar o rastreamento dos contatos destas duas pessoas.

O Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, Pirituba, atendeu até o momento, sete casos entre confirmados e suspeitos da nova variante de Manaus.

Atualmente, seis casos aguar­dam resultado do Ins­ti­tuto Adolf Lutz, e um caso foi confirmado (morador de Ma­naus citado acima).
Dos sete, três, infelizmente, vieram a óbito; três receberam alta e um caso segue internado em estado grave em leito de UTI destinado à nova Cepa.

A Secretaria já tinha antecipado e reservado 10 leitos, totalmente isolados, para o atendimento desses pacientes. Caso seja necessário, a Unidade pode ampliar o espaço.

Além disso, orienta-se o isolamento e monitoramento dos casos suspeitos e, também, dos contatos próximos a estes pacientes, o que é realizado pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) em parceria com as 28 Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS) da capital.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729




FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2944 Ed. 2945

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.