Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Fase de Transição do Plano São Paulo segue até 31 de maio
 
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Governador anuncia nova etapa do Plano São Paulo para junho

Além das atualizações do cronograma de vacinação, o governador João Doria anunciou na última quarta-feira (19), a prorrogação da Fase de Transição do Plano São Paulo para todo o Estado até o próximo dia 31. Uma nova etapa terá início em 1º de junho, com ampliação do horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais até às 22 horas e a testagem rápida de pessoas sintomáticas.

“A partir do dia 1º de junho, entraremos em uma nova fase do Plano São Paulo, com ampliação do horário de funcionamento das atividades econômicas até às 22 horas e 60% de ocupação dos locais. Vamos também iniciar um amplo programa de testagem rápida de pes­soas sintomáticas nos municípios em todo o Estado de São Paulo”, afirmou Doria. “Estamos avançando, mas com cautela, com prudência e recomendando às pessoas que continuem a usar máscara, a fazer distanciamento social, a fazer uso de álcool em gel e a lavar as mãos com frequência”, completou o governador.

Durante a Fase de Transição que prevalece até o dia 31, estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings podem funcionar das 6 às 21 horas. O mesmo horário de funcionamento é seguido por serviços como: restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como: cinemas, teatros e museus. A partir do dia 1º, o horário permitido será das 6 às 22 horas.

A capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados será limitada em 40% já, a partir desta segunda-feira (24). Já no dia 1º de junho, a capacidade máxima passa a ser de 60%.

As celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos continuam permitidos, seguindo os protocolos de higiene e distanciamento social. O “toque de recolher” continua em todo o Estado, das 21 às 5 horas, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias. A partir do dia 1º, o toque de recolher será das 22 às 5 horas.

Segundo a secretária de De­senvolvimento Econômico, Patricia Ellen, o modelo da testagem rápida para sintomáticos nos municípios foi recomendado pelo Centro de Contingência do Coronavírus. “Toda a frente de testagem e monitoramento da transmissão vai incluir essa estratégia de distribuição de testes rápidos para prefeituras e metas de testagem. E os municípios deverão ter a estratégia de monitoramento de contatos atualizada e a testagem em ambientes privados. Teremos reunião com o governador no início da semana que vem para que possamos lançar oficialmente essa nova etapa”, completou a secretária.

Os números da pandemia no Estado na última quarta-feira, apresentaram a taxa de ocupação de UTIs por pacientes graves com Covid-19 em 79% no Estado e em 76,9% na Grande São Paulo. O total de internados em UTIs era de 10.129 em todo o Estado, com outros 11.983 pacientes em vagas de enfermaria.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729


Ótica Voluntários

Veja as duas últimas edições
Ed. 2960 Ed. 2961

 

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.