Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Retomada das obras do Trecho Norte do Rodoanel
está prevista para o primeiro semestre de 2022
 
Foto: AGZN
Concessionária que assumir a operação também será
responsável pela retomada das obras.
Previsão de investimentos
é de R$ 2,4 bilhões, além de R$ 1,5 bilhão em gastos operacionais
A retomada das obras do Trecho Norte do Rodoanel está prevista para o primeiro semestre de 2022. Além da expectativa de reinício das obras, os termos da concessão à iniciativa privada foram abordados em Audiência Pública virtual realizada na última sexta-feira (28), pela ARTESP - Agência de Transporte do Estado de São Paulo e a Secretaria de Logística e Transportes.

O Trecho Norte do Rodoanel Mario Covas (SP-021), é a última etapa a ser construída da maior obra viária em andamento do País. Segundo o governo de São Paulo os investimentos previstos são da ordem de R$ 2,4 bilhões para o período de 30 anos, além de R$ 1,5 bilhão para operação e manutenção. A Audiência Pública está disponível no site da Artesp:
http://www.artesp.sp.
gov.br/Style%20Library/extranet/transparencia/audiencias-e-consultas-publicas.aspx

O Trecho Norte do Rodoanel possui 44 quilômetros de extensão no eixo principal, passando pelos municípios de São Paulo, Arujá e Guarulhos. Com a proposta, a empresa vencedora da concorrência assumirá os serviços de operação, manutenção e realização dos investimentos necessários para a exploração do sistema rodoviário, assim como a conclusão das obras, não receberá nada do Governo Estadual, e poderá explorar o espaço por meio de pedágio.

“Este é um trecho importantíssimo, que agora vai participar de um novo formato, o de concessão, onde a empresa que terá a responsabilidade pela operação também vai concluir a obra. Isso trará economia aos cofres públicos e uma perspectiva por menor tempo de execução desta obra, já que o concessionário vai estar pressionado para viabilizar um sistema funcionando, para que possa arrecadar”, explica João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes.

Dentre as melhorias previstas na concessão estão 44 km de novas pistas com acostamento, 14 túneis, 61 pontes/viadutos, quatro paradas para cargas especiais, duas áreas de descanso para caminhoneiros, duas bases do Serviço de Atendimento aos Usuários (SAU), dois Postos Gerais de Fis­calização (PGF), duas balanças de pesagem, 30 câmeras de monitoramento, além de veículos operacionais (ambulâncias, guinchos, caminhão pipa e inspeção de tráfego) para atender todo o trecho.

A participação na concorrência será aberta a empresas brasileiras e estrangeiras, de forma isolada ou em consórcio – sem restrições, a não ser as decorrentes da legislação. Com a Audiência Pública realizada, agora o próximo passo é o da Consulta Pública, sendo que as minutas preliminares já estão disponíveis no site da ARTESP: www.artesp.sp.gov.br >> Transparência >> Audiências e Consultas Públicas. 

Para acessar informações adicionais sobre o projeto, os interessados devem encaminhar solicitação de acesso para documentosartesp@artesp.sp.gov.br, informando os seguintes dados: nome/empresa/e-mail. Por fim, o Edital, que tem previsão para o segundo semestre, e a retomada das obras, prevista para o primeiro semestre de 2022, já sob responsabilidade do concessionário vencedor da concorrência.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729


FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

LIGUE 180

Veja as duas últimas edições
Ed. 2965 Ed. 2966

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.