LIGUE 180



Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Cabines de biossegurança para diagnóstico precoce de doenças
pulmonares crônicas foram instaladas em UBS na Vila Medeiros
 
Foto: Prefeitura de São Paulo
Equipamentos, que têm capacidade para até 10 exames por dia,
funcionarão em unidades das regiões leste, norte e sul da cidade



A Prefeitura de São Paulo inaugurou quatro cabines de biossegurança para a realização do exame de espirometria, que auxilia no diagnóstico preciso de doenças pulmonares crônicas, principalmente, pós-Covid.

O secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, técnicos e especialis­tas da SMS e da Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica, estiveram na Assistência Médica Ambu­la­torial (AMA)/Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Medeiros no último dia 16, para acompanhar a atividade do equipamento, que tem capacidade de realizar de oito a dez exames por dia.

A solução chega como uma alternativa portátil para acelerar os exames das pessoas já cadastradas no Sistema Único de Saúde (SUS) elegíveis para a realização do teste, principalmente no acompanhamento de pacientes pós-Covid. As cabines também serão instaladas no Hos­pital Dia São Mateus (Leste), no Hospital Dia Cidade Ademar (Sul) e na AMA Especialidades Vila Constância (Sul).

O procedimento é realizado em cerca de 20 minutos e o resultado do exame ficará no prontuário do paciente, na UBS de atendimento, em até cinco dias úteis. Devido ao alto risco de contágio por Covid-19, desde o início da pandemia, essa avaliação passou a ser recomendada apenas em casos extremamente necessários.

A cabine de biossegurança, projetada pela Boehringer, tem como objetivo criar uma proteção extra para todos os envolvidos no processo do exame. Com tecnologia para filtragem de microbiológicos duplos de alta capacidade (Hepa e Ulpa), ela aspira todo o ar da cabine e o devolve completamente renovado e purificado em apenas um minuto.

O fornecimento desse exame pela rede municipal é resultado de uma parceria entre a SMS e a Boehringer, e tem caráter de prestação de serviços voluntário aos pacientes do SUS, sem custo para a gestão municipal.

No Brasil, quatro brasileiros morrem por hora, 96 por dia e 40 mil todos os anos em decorrência da doença pulmonar obstrutiva crônica. O tabagismo é o principal fator de risco para a doença, seguido de exposição ocupacional e ambiental, envolvendo vapores químicos, poeira e outras partículas que provocam irritação pulmonar.

De acordo com o médico pneumologista, gerente médico da Boehringer e um dos criadores da cabine de espirometria no país, Marcos Nascimento, essa inovação foi planejada para contornar as restrições da pandemia no país. Para ele, a cabine traz a oportunidade de conti­nuar com os exames na rede municipal de Saúde de São Paulo, pós-Covid, com mais proteção e segurança aos pacientes, profissionais e usuários dos serviços de Saúde.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729

 
Veja as duas últimas edições
Ed. 2973 Ed. 2974
 

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.