LIGUE 180



Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Terceira dose da vacina contra a Covid-19 é anunciada
para idosos a partir do dia 6 de setembro
 
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Público-alvo no Estado é estimado em 900 mil pessoas
que receberam
a segunda dose de qualquer
vacina há 6 meses ou mais




Foto: Governo do Estado de São Paulo
Nova carteira de vacina, dose adicional


Na última quarta-feira (25), o Governo de São Paulo anunciou que, a partir do dia 6 de setembro haverá vacinação da terceira dose da Covid-19 para maiores de 60 anos. A medida deve atender, inicialmente, 900 mil pessoas protegidas com a segunda aplicação de qualquer imunizante há pelo menos seis meses.

A extensão da campanha foi avaliada pelo Comitê Científico de São Paulo, e tem o objetivo principal de garantir proteção adicional à população mais vulnerável a variantes mais contagiosas do coronavírus, como a Delta. O Governo do Estado solicitou mais vacinas ao Ministério da Saúde para antecipar a segunda dose dos públicos restantes. A terceira dose de vacina para idosos vem sendo aplicada em idosos em outros países, por causa da variante Delta, que vem provocando aumento de casos de Covid-19 em todo o mundo. “Temos melhoras nos indicadores em São Paulo, mas também temos uma preocupação importante. O que observamos em outros países é que, mesmo com vacinados, a variante Delta se instalou e se tornou dominante. Por isso, entendemos que esse é um passo a mais na segurança da população mais vulnerável”, disse Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo.

A medida vale para todos que já tomaram a segunda dose há mais de seis meses, mas quem tomou a segunda dose e ainda não completou seis meses deve aguardar para tomar a terceira dose. A dose de reforço será feita com a vacina que estiver disponível no posto de saúde, independentemente de qual vacina foi tomada anteriormente pelo idoso. A dose de reforço vale inclusive para aqueles que tomaram a dose única da Janssen.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, até a última quarta-feira (25), havia cerca de 266 amostras positivas da variante Delta em todo o território paulista. A estratégia do Governo de São Paulo é assegurar que os índices epidemiológicos e de ocupação hospitalar continuem em queda e evitar a propagação de novas variantes. Ainda não foi divulgado como será feito o escalonamento de cada faixa etária acima de 60 anos, mas já está definido que será feito em ordem decrescente, começando pelas pessoas acima de 90 anos.

A Secretaria da Saúde já preparou uma nova carteira de vacinação para os idosos que vão receber a terceira dose a partir de setembro. Não haverá necessidade de novo cadastro no Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br) para a dose adicional, bastando comparecer a qualquer posto de vacinação com o comprovante do esquema de imunização completo há seis meses.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729

 
Veja as duas últimas edições
Ed. 2973 Ed. 2974
 

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.