LIGUE 180



Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Vendas e locações de imóveis crescem em junho
 
Foto: AGZN
Pesquisa indica crescimento em vendas e locações
de imóveis em junho


O Conselho Regional de Cor­retores de Imóveis de São Paulo (CRECISP), pesquisou os movimentos de venda e locação de imóveis residenciais usados, entrevistando 900 imobiliárias em 37 cidades do Estado de SP. Os resultados registraram que, em junho, as vendas de casas e apartamentos apresentaram alta de 14,86%, na comparação com o mês de maio.

A análise também mostrou um aumento discreto no número de imóveis alugados nesse período, de 1,66%. Os índices positivos dão continuidade ao aquecimento no mercado imobiliário que vem sendo sentido desde maio que, na comparação com abril, também registrou alta nas vendas e locações.

De acordo com o presidente do CRECISP, José Augusto Viana Neto, o retorno às atividades presenciais, a abertura do comércio e a ampliação da cobertura vacinal estão trazendo ventos otimistas à Economia. “As pessoas estão se sentindo mais seguras, muitas resgatando seus empregos e com isso, aproveitando a onda dos juros, que ainda estão baixos para o financiamento imobiliário. Acredito que, se não houver nenhuma alteração nesse cenário, possamos ter um segundo semestre mais positivo e com um bom aquecimento nos negócios.”

A Pesquisa CRECISP divide o Estado de SP em quatro re­giões específicas e em todas, o mês de junho foi positivo para a venda de imóveis. Na capital, o volume de vendas cresceu 14,91%; no Interior, 18,31%; no Litoral, 8,4%; e na Grande SP, o aumento foi de 17,44% na comparação com maio.

Os financiamentos feitos por bancos privados (36,67%) e pela CAIXA (12,83%) foram responsáveis por 49,5% das modalidades de venda estaduais. Na sequência, vieram as negociações à vista, com 44,17%; e o parcelamento feito pelos proprietários, com 6,17%. Os consórcios ficaram com uma fatia de 0,17% das vendas do Estado.

No mês de junho, foram vendidos mais apartamentos (62%) do que casas (38%) pelas imobiliárias consultadas pelo CRECISP. Os proprietários dos imóveis concederam descontos para o fechamento dos negócios que variaram de 6,18% para imóveis das áreas nobres; 6,65% nas regiões centrais; e 9,48% nas demais regiões das cidades pesquisadas.

Em junho, os imóveis preferidos para a compra em todo o Estado foram os que tinham preço médio de até R$ 400 mil, com 53,17% do total negociado.
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729
 
Veja as duas últimas edições
Ed. 2984 Ed. 2985
 

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.