LIGUE 180



Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 58 anos de tradição.
 
Vila Medeiros comemora 109 anos na expectativa
de atendimento para antigas demandas
 
Foto: AGZN
Santuário Nossa Senhora do Loreto é a principal
referência de Vila Medeiros




Foto: ASSORAVIM
Foto cedida pela Assoravim, retrata o início da construção
da Igreja Matriz na década de 50




Foto: AGZN
Rua Geolândia aguarda recapeamento desde 2005


Um dos bairros mais antigos da Zona Norte, Vila Medeiros, está comemorando 109 anos nesta segunda-feira (11). Locali­zado numa área alta entre Tucu­ruvi e Jardim Brasil, Vila Medeiros ainda preserva muito de suas características originais e pouca verticalização. Em sua via principal, Avenida Nossa Se­nho­ra do Loreto, estão além do Santuário, seus principais estabelecimentos comerciais e de serviços. Embora esteja localizado num extremo da Zona Norte, o bairro entrou para o roteiro gastronômico da cidade, atraindo visitantes de outras regiões, em especial após o sucesso do restaurante Mocotó e até outros estabelecimentos que acabaram surgindo a partir desse impulso.

Porém, o fato de ser visitado por pessoas de outras regiões não é novidade em Vila Medeiros. De acordo com seus registros históricos, na época de sua formação havia produção de uvas e vinhos na região, o que também atraia visitantes de diferentes locais. A história é um ponto forte do bairro. Em uma de suas vias mais conhecidas, Avenida Bosqueti, encontra-se uma das primeiras casas do bairro. Quem passa pelo local, no número 467, pode observar além da arquitetura típica da época, duas placas indicativas do ano de fundação do bairro, 1912 e outro com a data 1918, provavelmente ano de sua construção. 

Outro indicativo histórico do imóvel é a presença do marco geográfico chamado Marco da Planta da Cidade”, que ainda existe em outros pontos da cidade. Atualmente utilizada como residência, esse imóvel já foi destinado a posto médico e escritório. Entre as demais vias principais, estão as avenidas: Gustavo Adolfo, Ataliba Vieira e Geolândia. A necessidade de recapeamento é notada em vários pontos, principalmente na Rua Geolândia, onde também circulam linhas de ônibus. De acordo com o presidente da Associação Reivindicativa e Assistencial de Vila Medeiros (ASSORAVIM), Edson Tadeu Marim, o recapeamento da Rua Geolândia é solicitado junto à Prefeitura desde 2005, mas a demanda ainda não foi atendida.  

Fundada em 1996, a Ass­ora­vim é dedicada as reivindicações locais e ações sociais, bastante fortalecidas desde o início da pandemia da Covid-19. De acordo com Marim, entre os pontos fortes do bairro está o bom atendimento da UBS-Vila Medeiros. “Porém, reivindicamos que seja transformada em Unidade de Pronto Atendimento - UPA para ter atendimento 24 horas”, afirma Marim. Entre os demais projetos da Assoravim para a região, está um espaço voltado para atividades para os idosos e também portadores de deficiência física, incluindo brinquedos adaptados nas áreas públicas. 

A história de Vila Medeiros começa em 11 de outubro de 1912, quando o português José de Medeiros adquiriu 68 alqueires de terra na área onde, hoje situa-se o bairro. Porém, também foi José de Medeiros quem começou o loteamento de suas terras, que atraiu os primeiros moradores a partir de 1924. 

Somente a partir dos anos 50 que o desenvolvimento do bairro começou a acontecer com a chegada dos transportes, com as linhas da CMTC e Alto Pari, assim como o calçamento da Avenida Nossa Senhora do Loreto. Nessa mesma época, a região também começou a ser atendida com energia elétrica e água encanada, melhorias que contaram com o empenho do espanhol Francisco Perez Pagan.

O principal ponto de referência de Vila Medeiros, o “Santuário e Matriz Nossa Se­nhora de Loreto”, foi inaugurado em 11 de julho de 1954. Sua construção deve-se a um casal italiano que, no final da década de 40, sofreu um acidente com um avião monomotor do Aéreo Clube de São Paulo, que teria caído nas proximidades da igreja. Em agradecimento por terem sobrevivido, construíram o santuário.

Vila Medeiros passou a condição de Distrito por força da Lei 11.220/92 do dia 20 de maio de 1992. Sob sua jurisdição estão: Vila Ede, Vila Gustavo, Vila Sabrina, Parque Edu Chaves, Jardim Brasil e Jardim Guançã. 
 
 Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição

Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729
 
Veja as duas últimas edições
Ed. 2978 Ed. 2979
 

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.